Início  /  PROJETO  /  PARCEIROS
PARCEIROS
Beneficiário coordenador

LPN – Liga para a Protecção da Natureza

A LPN é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA), sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública. Foi fundada em 1948, sendo a ONGA mais antiga da Península Ibérica. De âmbito nacional, a sua missão é contribuir para a conservação da natureza, biodiversidade e proteção dos ecossistemas, através da implementação de projetos de conservação e investigação, educação ambiental e formação.

Com vasta experiência na implementação de projetos LIFE Natureza, a LPN é responsável pela coordenação global do Projeto LIFE Imperial. A maioria da equipa do projeto está sedeada no Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho (CEAVG), em Castro Verde.



Beneficiários associados

GNR – Guarda Nacional Republicana

A Guarda Nacional Republicana é uma força de segurança de natureza militar que é composta por elementos militares organizados num corpo de tropas especial, dotada com autonomia administrativa. A sua missão é garantir a legalidade democrática, a segurança interna e os direitos dos cidadãos assim como colaborar no reforço policial da defesa nacional de acordo com os termos da Constituição e da Legislação.



ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, IP

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, IP (ICNF) é a autoridade nacional para Conservação da Natureza e da Biodiversidade e Florestas, sob a tutela do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território. Entre as suas competências estão: o desenvolvimento das políticas nacionais de Conservação da Natureza e Biodiversidade e Florestas e a sua integração nas demais políticas, assegurando a gestão sustentável das espécies selvagens de fauna e flora e dos recursos naturais; classificar e gerir as áreas protegidas e as áreas da Rede Natura 2000; a implementação da Estratégia Nacional para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade e da Estratégia Nacional para as Florestas; a definição e execução da Política Nacional de Florestas, em diferentes níveis, incluindo a caça, produção florestal e sua sustentabilidade; o desenvolvimento e gestão de um sistema de vigilância e monitorização dos recursos naturais; a promoção de informação, visitas e sensibilização das populações e instituições no campo da Natureza e da Biodiversidade; a proposta de regulamento relativo ao acesso aos recursos genéticos silvestres e seus benefícios, em colaboração com outras entidades competentes; e garantir a conformidade com o direito internacional e comunitário em matérias de Conservação da Natureza e da Biodiversidade.



EDP Distribuição – Energia, S.A.

A EDP Distribuição - Energia, S.A. é a concessionária da distribuição de energia elétrica, em regime de serviço público e em exclusivo, em média e alta tensão, por concessão do Estado, e em baixa tensão, por concessão dos Municípios. Enquanto concessionária, a EDP Distribuição - Energia, S.A. explora, mantém e desenvolve a rede de distribuição em baixa, média e alta tensão em Portugal continental, gozando as instalações que a integram de utilidade pública. A EDP Distribuição - Energia, S.A. coordena a execução de projetos de natureza ambiental resultantes da sua atividade.

Em Portugal continental existem mais de 174 mil quilómetros de linhas elétricas aéreas de distribuição de energia e destas, 18% correspondem a linhas de média e alta tensão que atravessam áreas classificadas. Reconhecendo os potenciais impactes ambientais das linhas de distribuição de energia elétrica na Avifauna, a EDP Distribuição tem dado especial atenção a esta temática, e por esta razão, desde 2003 implementou de forma voluntária, soluções técnicas convencionais e novas tecnologias para a minimização da problemática da colisão e da eletrocussão, em mais de 430 quilómetros de linhas elétricas aéreas de alta e média tensão localizadas maioritariamente em áreas classificadas.



CMCV - Câmara Municipal de Castro Verde

O Município é uma autarquia local com competências no âmbito do ordenamento do território e na promoção da correta utilização do território, para além de autoridade administrativa em diversas áreas de competência. É pessoa coletiva dotada de órgãos representativos (Câmara Municipal e Assembleia Municipal) que visam a prossecução de interesses públicos das populações. No âmbito da promoção e divulgação ambiental, a Câmara Municipal de Castro Verde tem vindo a colaborar ativamente com a Liga para a Protecção da Natureza na proteção do habitat de espécies ameaçadas, nomeadamente na classificação da Zona de Proteção Especial de Castro Verde e na promoção da Rede Natura 2000.



FCUL - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - FCUL é uma instituição pública de ensino superior criada em 1911, que oferece 13 cursos de licenciatura, conferindo um grau de 1º ciclo, 38 programas de pós- graduação, conferindo um grau de 2º ciclo e três programas de Mestrado Integrado. Na investigação, com mais de duas centenas de projetos em curso, as atividades de pesquisa da Faculdade de Ciências são realizadas em 30 laboratórios e centros de investigação ou institutos, abarcando uma variedade de domínios em Ciência e Tecnologia. Muitas destas atividades de I&D são realizadas em colaboração com equipas internacionais e são financiadas a nível nacional e europeu. As atividades de investigação são realizadas principalmente nas seguintes áreas científicas: Matemática, Matemática Aplicada, Estatística e Investigação Operacional, Física, Química e Bioquímica, Geologia, Geofísica e Astronomia, Biologia, Ciências da Computação e Informática, Filosofia e História das Ciências. Assim, a FCUL é uma instituição reconhecida nas disciplinas de ensino e investigação, que visa promover a qualidade do ensino superior e desenvolver unidades de investigação competitivas, tanto a nível nacional como a nível internacional. Portanto, a FCUL sempre favoreceu o intercâmbio e colaboração com investigadores e centros de pesquisa estrangeiros, muitos dos quais continuam ligados à Faculdade por meio de projetos de investigação conjuntos.



SEO/BirdLife - Sociedad Española de Ornitología

A SEO/BirdLife (Sociedad Española de Ornitología) é uma ONGA sem fins lucrativos, pioneira na conservação da natureza e da biodiversidade em Espanha. Tem como objetivo principal a conservação das aves e do seu habitat, contribuindo assim para a conservação da biodiversidade mundial. Tem executado com êxito diversos projetos LIFE para a conservação de espécies e habitats prioritários em Espanha e em outros países (Marrocos). SEO/BirdLife pertence à rede de ONG da BirdLife International, com representantes em 120 países (que incluem todos os da União Europeia). Atualmente, a SEO/Birdlife coordena o LIFE 08/NAT/E/00062 “Acciones para la lucha contra el uso ilegal de veneno en el Medio Natural en España”, com o objetivo de reduzir significativamente o uso ilegal de venenos em Espanha, que é a principal causa de morte de espécies ameaçadas, como a águia-imperial-ibérica. Desde 2006, a SEO/BirdLife coordena um projeto da conservação da águia-imperial-ibérica denominado "Red de custodia Alzando el Vuelo", que se foca em três importantes pontos para a conservação da águia-imperial-ibérica: Setor público, através dos municípios, Setor privado, através dos proprietários dos terrenos, e o Setor educativo, através dos professores do primário e secundário.

Atualmente, a Rede conta com a colaboração de cerca de 22.000ha de terrenos privados, mais de 125 municípios e a colaboração de 100 escolas com professores que transmitem o valor da conservação das espécies, seus habitats e da biodiversidade em geral. Além disso, a SEO/BirdLife tem estado diretamente implicada na redação do Plano de Ação Internacional da espécie, da Estratégia Nacional para a Conservação da águia-imperial-ibérica, e faz parte do Comité Assessor da águia-imperial-ibérica do Ministério de Agricultura, Alimentação e do Meio Ambiente de Espanha.



TRAGSATEC - Tecnología y Servicios Agrarios S. A.

A Tragsatec é uma empresa que pertence ao Grupo Tragsa, que desenvolve trabalhos para o Governo, as Comunidades Autónomas e os Municípios, mediante convénios, atuando como instrumento dessas mesmas entidades. Intervém deste 1989 no âmbito da engenharia e na assistência técnica para o desenvolvimento rural e das atividades do meio ambiente, agrícolas e florestais e na gestão dos recursos pesqueiros e aquacultura. A Tragsatec conta com vários departamentos dedicados ao desenvolvimento de programas de conservação da diversidade biológica, com destaque na proteção dos recursos naturais e agrícolas, otimização tecnológica das tarefas de gestão do meio natural e em serviço dos agentes e sectores interessados. Assim, conta com uma Gerência de Qualidade e Avaliação Ambiental e Biodiversidade e com uma Unidade I+D+I (Investigação e Desenvolvimento Integrado) expondo um claro compromisso com a inovação e tecnologia, bem como a contribuição na implementação de políticas ambientais. Nesse sentido, possui uma vasta experiência no desenvolvimento de projetos de conservação de espécies ameaçadas de extinção durante os últimos 15 anos, como o Urogalo, o Urso-pardo, a Águia-imperial-ibérica, o Visão- europeu, o Quebra-ossos e o Lince-ibérico, contratados pelo Governo. Além disso, participa no desenvolvimento de estratégias de conservação e planos de recuperação de várias espécies ameaçadas, gere e atualiza inventários e realiza trabalhos de prospeção de habitats e espécies prioritárias em todo o país, colabora também em estudos específicos e desenvolve ações de gestão em habitats prioritários e de práticas sustentáveis em áreas rurais. A Tragsatec possui ainda experiência na participação em projetos LIFE. Atualmente participa como representante do Ministério da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente, e como beneficiário associado dos LIFE+ Desmania, LIFE Territorio Visón, LIFE Velif e LIFE CREMAgua.